#MLI2016

29/06/16
Hey pessoas! Durante o mês de julho estará acontecendo a Maratona Literária de Inverno, e como minhas leituras andam atrasadas demais, resolvi me jogar nessa. A maratona terá início dia 3 e vai até dia 31.
O vídeo abaixo, do canal Geek Freak, explica direitinho como participar, bora assistir e escolher as leituras!


A quantidade de livros para ler é da escolha do participante, e participar das semanas temáticas também.
E as quatro semanas são divididas em: livros encalhados, hype, outros mundos e diversidade.
Já escolhi os meus, e pretendo ler todos em julho:

Semana 1: Encalhados
livros que estão na estante há mais de um ano
Esposa 22 e Mademoiselle Zaira já tinham aparecido pro aqui e já estão de enfeite na prateleira há meses.

Semana 2: Hype
livros que foram muito falados, que receberam grande promoção
Nem preciso dizer o quanto Guerra Civil se popularizou nos últimos meses, comecei a ler mas dei uma pausa por achar tudo muito x-men, e se tem algo que não gosto é esse lado facebook da Marvel, e Fale! é uma história famosa, que já virou filme, e sempre vejo elogios.

Semana 3: Outros Mundos
livros que se passam em outros universos, planetas, que se passe em um mundo diferente do nosso
Fúria Vermelha é uma das melhores histórias que já li na vida, e como estou quase no final, decidi colocar sua sequência, Filho Dourado, na lista. E para quem corria de distopias, estou amando essa (e cá entre nós: é difícil achar distopias realmente interessantes, e que não sejam cópias de outras).

Semana 4: Diversidade
livros com personagens ou elementos que representem outra cultura, costumes, etnias. 
(Ainda não tenho nenhum livro para ler nessa categoria, HELP)

*Extras
Um Perfeito Cavalheiro (terceiro livro da série Os Bridgertons) - Julia Quinn
Hora Zero (continuação de Dia Zero) - Nina Amaral
A Escolhida - Amanda Ághata Costa
*estou me desafiando, vamos ver no que dá.


Para acompanhar a maratona, e participar das leituras, siga o Victor em seu twitter (@victoralmeidap) e use #MLI2016 :)
Estarei por lá também, só me seguir no @quaseoutono
Até mais!







Os Bridgertons #2: O Visconde Que Me Amava - Julia Quinn

24/06/16

“ — Há certas coisas que não posso lhe dar — disse Anthony —, e amor é uma delas.”
página 193
O Visconde Que Me Amava
(The Viscount Who Loved Me - 2000)
Julia Quinn - Editora Arqueiro
ISBN-13: 9788580411973 - ISBN-10: 8580411971
Ano: 2013 - Páginas: 288
Skoob

Sinopse: “A temporada de bailes e festas de 1814 acaba de começar em Londres. Como de costume, as mães ambiciosas já estão ávidas por encontrar um marido adequado para suas filhas. Ao que tudo indica, o solteiro mais cobiçado do ano será Anthony Bridgerton, um visconde charmoso, elegante e muito rico que, contrariando as probabilidades, resolve dar um basta na rotina de libertino e arranjar uma noiva. Logo ele decide que Edwina Sheffield, a debutante mais linda da estação, é a candidata ideal. Mas, para levá-la ao altar, primeiro terá que convencer Kate, a irmã mais velha da jovem, de que merece se casar com ela. Não será uma tarefa fácil, porque Kate não acredita que ex-libertinos possam se transformar em bons maridos e não deixará Edwina cair nas garras dele. Enquanto faz de tudo para afastá-lo da irmã, Kate descobre que o visconde devasso é também um homem honesto e gentil. Ao mesmo tempo, Anthony começa a sonhar com ela, apesar de achá-la a criatura mais intrometida e irritante que já pisou nos salões de Londres. Aos poucos, os dois percebem que essa centelha de desejo pode ser mais do que uma simples atração.
Considerada a Jane Austen contemporânea, Julia Quinn mantém, neste segundo livro da série Os Bridgertons, o senso de humor e a capacidade de despertar emoções que lhe permitem construir personagens carismáticos e histórias inesquecíveis.”

Hey pessoas! tem alguns dias (meses) que li o segunda história da série Os Bridgertons, e nesta conhecemos Anthony, irmão de Daphne, lá do primeiro livro, e Kate Sheffield.
O ano é 1814, e a temporada de bailes está começando, o visconde mais cobiçado está decidido a se casar e a jovem e bela Edwina Sheffield parece ser a escolha certa, mas para isso ele precisa da aprovação de sua irmã mais velha, a teimosa Kate, que acredita que Anthony não será um bom marido.
Eu nem preciso dizer que Anthony vai tentar jogar seu charme para que Kate o recomende a irmã e que isso não dará certo, já que ela o vê como um libertino.
“Mas ele poderia ter conseguido superar seus preconceitos. Poderia ter sido encantador, sincero e direto, e convencê-la de que as histórias a seu respeito no Whistledown eram um exagero, e que ele não era o pior patife que Londres já vira desde a virada do século. Poderia tê-la convencido de que obedecia a um código de honra, de que era um homem honesto e de princípios...
Se não a tivesse comparado a Edwina.
Pois nada poderia ter sido tão mentiroso. Ela sabia que não era feia - seu rosto e suas formas eram agradáveis. Mas era simplesmente impossível ser comparada a Edwina em termos de beleza. A mais nova era um verdadeiro diamante de primeira grandeza, enquanto Kate nunca seria nada além de comum e agradável.”
página 42
Entre bailes, discussões e tentativas inúteis de Kate afastar Anthony de sua irmã, eles se aproximam e acabam tendo que ser obrigados a se casarem, em uma situação bem cômica.
— Foi uma abelha. - protestou Kate. — Só uma abelha! Não podemos ser obrigados a nos casar por causa de uma abelha!
página 180
 Bom, se ambos não queriam se casar, em hipótese alguma, não é de se esperar que Kate tem pensamentos inseguros em relação a seu relacionamento, pois quem iria querer se casar com ela?
Já estava conformada em viver solteira, nenhum homem tinha olhos para ela, já que Edwina chegava a ofuscá-la com sua beleza.
E Anthony tem que se conformar, depois de ver seus planos irem por água abaixo, com um casamento indesejado, mas não totalmente desnecessário, já que o visconde pretendia se casar com uma pessoa por quem não sentisse sentimento algum.


Kate segurava-se na ideia de que não era a primeira opção de Anthony, já que havia sido obrigado a casar, se conformando em não esperar muito do marido. Mas como essas histórias parecem ser baseadas em histórias de princesas disney (e agradeço por isso 💕), o visconde se vê apaixonado por sua esposa, e vice e versa.
O Visconde Que Me Amava é mais um romance de época de Julia Quinn que me conquistou.
Mesmo sendo quase um déjà vu do livro anterior, a história flui de uma maneira leve, sem muitas surpresas ao longo do enredo. Percebi que as histórias da autora acabam como deveriam acabar, como o leitor quer que acabe, e isso é uma maravilha, pois não há decepções. Você não espera muita coisa, e não se decepciona, é uma história estável, que não te joga num loop tedioso, apesar de ter seu clichê.
E uma das coisas que mais gosto de ler são as crônicas de Lady Whistledown, uma pessoa que sabe de tudo o que acontece entre as pessoas da alta sociedade, mas ninguém sabe quem é. Aquela vizinha fofoqueira que sabe mais da sua vida do que você, sabe? Então.
Os personagens acabam por parecem reais, não é algo que você lê e pensa “hmmmm, eu duvido disso”.
eles são bem construídos, assim como seus problemas e pensamentos, Quinn consegue nos trazer uma realidade de uma sociedade que nunca iremos conhecer, com um bom humor. 
O livro tem a capa em brochura, mas é lindo, e tem quase 300 páginas (eu gostaria muito que tivesse mil, não consigo cansar ou enjoar de romances assim) e no final tem o prólogo do próximo volume: Um Perfeito Cavalheiro, que estou aceitando de presente.


4/5 no Skoob
adquira O Visconde Que Me Amava na Amazon, e aproveite para levar o primeiro volume
“— Precisamos viver cada momento como se fosse o último, como se fôssemos imortais — afirmou ela. — Quando meu pai adoeceu, tinha tantos arrependimentos... Ele me disse que havia tantas coisas que queria ter feito... Sempre imaginara que teria mais tempo. Nunca me esqueci disso. Por que você acha que resolvi aprender a tocar flauta numa idade tão avançada? Todos disseram que eu era velha demais, que para ser realmente boa eu deveria ter começado quando criança. Mas a questão é que não preciso ser boa. Só tenho que me divertir com isso. E saber que tentei.”
página 282







Como Eu Era Antes De Você - Jojo Moyes

13/06/16




“Às vezes, Clark, você é a única coisa que me dá vontade de levantar da cama.”
página 236

“Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Sua vidinha ainda inclui o trabalho como garçonete num café de sua pequena cidade - um emprego que não paga muito, mas ajuda com as despesas - e o namoro com Patrick, um triatleta que não parece muito interessado nela. Não que ela se importe. Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor tem 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de ter sido atropelado por uma moto, o antes ativo e esportivo Will agora desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Sua vida parece sem sentido e dolorosa demais para ser levada adiante. Obstinado, ele planeja com cuidado uma forma de acabar com esse sofrimento. Só não esperava que Lou aparecesse e se empenhasse tanto para convencê-lo do contrário.
Uma comovente história sobre amor e família, Como eu era antes de você mostra, acima de tudo, a coragem e o esforço necessários para retomar a vida quando tudo parece acabado.”
Ano: 2013 - Páginas: 320 - Editora: Intrínseca
ISBN-13: 9788580573299 - ISBN-10: 8580573297

Hey pessoas! Então, eu li o tão falado livro da Jojo Moyes.
Quem não conhece a história, ou que não ouviu falar dela, que atire a primeira pedra.
Como Eu Era Antes de Você é daqueles livros que todos já leram, ou se não leram, já ouviram falar.
O que foi meu caso, descobri essa história num grupo sobre livros, onde dez entre dez pessoas já o tinham lido, e o descreveram como sendo um dos melhores livros ever.
No começo achei a reação das pessoas um tanto quanto exagerada. Será que eu estava certa?





Filmes para o dia dos (sem) namorados ♥

11/06/16
Antes de tudo, antes do hey pessoas, gostaria de explicar minha ausência por aqui, talvez eu jogue a culpa nas séries que me fizeram entrar de cabeça em maratonas, maldito Game Of Thrones e Bates Motel. Talvez tenha sido meus preparativos para um curso de monitores semana passada, que foi bem legal por sinal, ou 25 horas discutindo com meu irmão sobre Guerra Civil e suas consequências após o debate que teve na livraria Saraiva, ou até mesmo o vácuo e indignação que veio logo depois de assistir Deadpool e perceber que foi uma perda de tempo, aaah Ryan Reynolds, volta para a DC!
Talvez eu tenha me perdido, num mar de livros, textos autorais, filmes, séries, fanfics (falarei delas depois), que foi difícil encontrar a superfície, mas estou de volta, e é isso que importa (rimou).

Voltando para a existência deste post...

Hey pessoas!
O dia dos namorados é amanhã, e nada melhor do que curtir essa data com o amor da sua vida, ou com um bom filme, que é quase a mesma coisa, só que não :(
E que tal filmes onde o casal deveria ficar junto mas não colabora, ou um casal que acaba tirando tantos problemas de coisas tão simples, ou um casal que, simplesmente, não era para ser?

Celeste e Jesse para Sempre
(2012)

Esse filme (que é um dos meus favoritos) conta a história de Celeste e Jesse, que após o divórcio, tentam manter a amizade enquanto vão a procura de novos romances. E é um filme tão leve que toda a história chega a ser cômica, sem deixar de ser triste, já que nos mostra o quão difícil é aceitar a outra pessoa seguir em frente, enquanto você não tem certeza se isso acontecerá na sua vida.


Liberal Arts
(2012)
vamos manter o título original pois o português não faz sentido
Esse filme é um amor só! Nos apresenta Jesse Fischer, um moço nos seus trinta e cinco anos, que parece ter parado no tempo, insatisfeito com sua vida e carreira.
Ted Mosby, digo, Jesse acredita que o auge de sua vida foi nos tempos de colégio, onde estudava poesia, e ele tem a oportunidade de voltar quando seu ex professor o convida para sua cerimonia de aposentadoria, lá ele conhece Zibby, estudante no segundo ano. Os 16 anos de diferença faz Jesse pensar se esse relacionamento poderia avançar.
Entre discussões sobre livros de vampiros e livros bons o filme nos mostra que precisamos crescer, encarar a vida adulta e todas as vantagens e problemas que a acompanha, mesmo que o passado tenha sido tão bom a ponto de não querermos sair dele.

Simplesmente Acontece
(2014)
Tem algo de errado com esse filme, que de simples só tem o nome.
Alex e Rosie são melhores amigos desde que se conhecem por gente, e a amizade não esconde a atração que um sente pelo outro, e mesmo a vida já não sendo fácil, eles decidem complicar. Alex vai para longe, para estudar medicina e Rosie decide encarar a gravidez na adolescência. Entre indas e vindas, namorados e namoradas, Love, Rosie nos mostra o quão difícil e problemático algo pode se tornar quando não falamos o que sentimos.

Casais que não eram para ser ou que eram, que dificultaram ou deram um basta. Histórias muito próximas da realidade, mesmo com finais felizes, porque ainda acreditamos que isso existe. Precisa existir.
Feliz dia dos (sem) namorados ♥.






Hey! Venha publicar seu livro!

01/06/16
Que tal publicar seu livro em 6 meses?

Quem já pensou em publicar um livro, mas ficou preso nas dificuldades de disputar um espaço junto
com os best sellers?
 Pensando em facilitar o acesso a publicação a Bookstart, atua utilizando o financiamento coletivo como forma de publicar seu livro.
Diferente do formato das demais plataformas de crowdfunding, após a captarmos a verba damos prosseguimento a todo o processo editorial o que permite que sua obra saia com a mesma qualidade de uma publicação tradicional, tudo isso em 6 meses.
Estamos convocando novos autores e preparamos uma condição especial para o mês de Junho.
Daremos um aporte inicial de 5% para todas as campanhas lançadas até o dia 30 de junho. Além disso, todas as campanhas que alcançarem 30% de sua meta nos 10 primeiros dias de captação ganharão 100 marcadores exclusivos para auxiliar na captação do seu projeto.
Confira o regulamento em: http://goo.gl/uFn3De
Faça parte do time de autores Bookstart. Cadastre seu manuscrito em https://bookstart.com.br/pt/start
Não esqueça de indicar o Quase Outono, no campo “Sobre a Obra”, como seu curador.
Você ficou com alguma duvida? Entre em contato conosco através do e-mail:
contato@bookstart.com.br






Como publicar um livro? #Bookstart

25/05/16
Hey pessoas! Alguns dias atrás falei da parceria com a plataforma de financiamento Bookstart. E cá estamos para mostrar como o financiamento coletivo funciona, e a facilidade para um autor publicar seu livro. Bora ver como é:


Mas pera aí:
Você sabe o que é financiamento coletivo?

O financiamento coletivo nada mais é do que a junção de pessoas em prol de uma causa. Cada vez mais, a capacidade de comoção de interessados, permite que um determinado projeto seja realizado.
Considerado uma tendência mundial o financiamento coletivo, ou crowdfunding, movimentou mais de 16 bilhões de dólares desde 2014. Dentro desses números, estão inclusos os mais diversos tipos de projetos.
A Bookstart é hoje, a principal plataforma de financiamento coletivo brasileira, que atua focada no mercado editorial. Isso significa que além de captar – junto com o autor - a verba necessária para a execução do seu livro, uma vez que viabilizados, damos todo suporte editorial para que seu livro seja publicado com a mesma qualidade de um livro publicado por uma editora tradicional.
Dentro da meta lançada, estão inclusos os custos de edição, revisão, diagramação, capa, conversão para e-book, produção gráfica e impressão. Como trabalhamos como uma pré-venda, todos os exemplares referente a primeira tiragem já saem com 100% de venda garantida.
Após a meta ser alcançada e o livro ser entregue disponível para venda através de nossa livraria virtual ( com impressão on demand), e a versão digital, fica disponível nas principais lojas do segmento (Amazon, iBooks, Google Play, Kobo e Saraiva). Caso sua meta não seja alcançada, todos os seus colaboradores, recebem seu investimento de volta sem nenhuma perda.
Faça parte do time de autores Bookstart. Cadastre seu manuscrito clicando aqui.
Não esqueça de indicar esse Blog, no campo “Sobre a Obra”, como seu curador.Você ficou com alguma duvida? Entre em contato conosco através do e-mail: contato@bookstart.com.br
Nós queremos publicar o seu livro.
Fácil, não? O que acharam?
Não deixem de visitar o site Bookstart, e conhecer obras legais para apoiar :) #ApoieUmAutor
E caso conheça um autor(a) querendo publicar um livro, apresente a plataforma Bookstart :)
Até mais!







Livro Hunter: novo lançamento de Kate Willians :D

23/05/16
Hey pessoas! A parceira Kate Willians está de livro novo. Hunter - O Caçador de Monstros chega dia 25/05, pela editora Coerência.

“Não existem heróis, tampouco vilões.Por trás de atos raivosos e atrocidades tenebrosas, há sempre uma verdade triste. Ninguém consegue mascarar a maldade que há dentro de si, por muito tempo. Hunter, O caçador de monstros, conta a história de Nicholas Blanco - um adolescente comum, com objetivos comuns e aparência mais comum ainda - que se depara com uma verdade surpreendente sobre seu passado e a confirmação que pode ser e fazer muito mais do que o que sempre imaginou para o seu futuro. Conta também a história de Ramon Blake, um jovem caçador no passado, que teve o amor de sua vida brutalmente arrancado de si e se deixou dominar pela dor e pelo ódio. Essa é uma história sobre caçadores que descobrem ser tão ou mais horríveis que as próprias criaturas que caçam.”




Hunter é totalmente diferente de seus outros livros, e já estou ansiosa para o ler!
Confira algumas frases do livro:
ps.: clique na foto para ler em tamanho maior :)


E acompanhe a contagem regressiva para o lançamento acompanhando o blog (facebook, twitter e instagram) e a autora por aí.
Até mais!

 
© Quase Outono - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda. Se inscrevam clicando aqui
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo