Resenha: Antes de Dormir - S.J. Watson

by - 15:52


      Título: Antes de Dormir
Autor: S. J. Watson
Editora: Record
Páginas: 400. Ano: 2012
Sinopse: Todas as manhãs, Christine acorda sem saber onde está. Suas memórias desaparecem todas as vezes que ela dorme. Seu marido, Ben, é um estranho. Todos os dias ele tem de recontar a vida deles e o misterioso acidente que tornou Christine uma amnésica. Encorajada por um médico, ela começa a escrever um diário para ajudá-la a reconstruir suas memórias mas acaba descobrindo que a única pessoa em quem confia talvez esteja contando apenas parte da história.



O livro conta a história de Christine Lucas, uma mulher que sofre de amnésia que a afeta de um modo muito perturbador: nada do que ela registrou em um dia, lembrará em outro. 
Christine é uma mulher de 47 anos, ou seria 20? Ela não sabe.
Ela acorda, na maioria das vezes, achando que está no auge dos vinte até dar de cara com o espelho, ao ver rugas em sua pele e um quadro com várias fotos de seu casamento, se assusta, e isso acontece todas as manhãs.
Ben, seu marido, tem a responsabilidade de contar quem é, quando se casaram e o que causou sua amnésia, e assim, todos os dias, ele mostra um álbum com fotos, dando imagens a sua vida.
S.J. Watson consegue descrever e, além de tudo mostrar, os sentimentos e pensamentos de alguém que sofre algo assim. O medo, angústia, alegria e tristeza são muito verossímeis a cada vez que a personagem descobre algo, que já foi contado para ela dezenas de vezes.
Como conta a “nota do autor” o livro foi inspirado em parte na vida de pacientes amnésicos.
Christine, diariamente, e sem o marido saber, escreve em um diário a pedido de seu médico, Dr. Nasch. E diariamente ele a liga, conta onde o diário está, ela o encontra e o lê, tendo a noção de como sua vida mudou e como ela está. Dr. Nasch explica que eles se encontram e que ele a trata em segredo.
O diário deixa Christine e o leitor abismados, isso sem dúvidas, assim que ela olha a primeira página com um lembrete: “Não Confie em Ben.”
Christine não sabe o motivo para não confiar em seu marido, até começar a ler.
Mentiras que ele conta, com a desculpa de não magoar, e histórias não contadas fazem parte da vida de ambos.
Mas até que ponto seu marido mente para poupar sua dor?
Será que ele manipula sua vida da maneira que quer?
Essas, e outras dezenas, são perguntas que rondam a mente de Christine, e que assim como ela, vamos descobrindo ao longo das páginas.
O enredo lembra o filme Como Se Fosse A Primeira Vez, mas a semelhança é somente a amnésia. O livro não é nada romântico, é um suspense que te prende do começo ao fim.

"Consigo me lembrar de coisas do passado, às vezes. Lampejos de lembranças. Eles aparecem quando leio o diário. Parecem reais. [...] Mas eles são como fios que não consigo segurar. Balões que voam para o céu antes que eu possa agarrá-los."

É impossível não sofrer com a dor de Christine ou desconfiar de todos a sua volta. Ben é um personagem incrível, pois ele nos faz sentir como é ter que contar para alguém que sofre de amnésia sobre sua doença, quem é, onde está, falar dos anos de vida que estão guardados no esquecimento e ter que ganhar a confiança todos os dias, e isso é muito doloroso pois no dia seguinte ela não vai lembrar e ele não vai esquecer.

"É como morrer todos os dias. Sem parar... [...] Eu sei que vou dormir esta noite e que amanhã irei acordar novamente sem saber de nada, e o mesmo no dia seguinte, e no dia depois dele, para sempre. Não consigo imaginar isso. Não consigo enfrentar isso. Isso não é vida, é apenas uma existência, saltar de um momento para o outro sem ter ideia do passado, nem planos para o futuro."

Vê? É algo que ninguém quer passar pois a história nos mostra que a pessoa que está do seu lado pode não ser confiável. E foi exatamente esse meu pensamento, para mim, Dr. Nasch, Ben e a amiga de Christine, que entra em contado depois de anos, estão em uma
conspiração, mas minha opinião sobre eles mudava e para mim todos eram bonzinhos.
Eu não sabia, me sentia como Christine, sem saber em quem confiar ou se deveria confiar em alguém. É aterrorizante, angustiante e desesperador não saber quem é ou quem deveria ter sido, você se torna uma sombra de si mesmo.

Se eu contar mais, será spoiler e isso não é legal, então fica a dica: leiam. Vocês não vão se arrepender, a história vale muito a pena.
Eu falei sobre ele no instagram assim que terminei e digo: meu forninho caiu haha.
E tem filme (sim!!!) e já assisti milhares de vezes. Quem dá vida aos personagens são os atores Colin Firth como Ben, Mark Strong como Dr. Nasch e Nicole Kidman entra em cena como Christine Lucas.

É isso pessoas, espero que tenham gostado, até a próxima! 

veja também:

0 comentários

Hey, seja muito bem-vindo(a)! Fique à vontade para comentar e obrigada pela visita.
Abraços!!
@quaseoutono