#642Coisas - 140.

by - 10:30

140. Você está conversando com uma pessoa que está mentindo, e você sabe disso.
O que fará? Confrontá-la ou deixará a pessoa continuar?

Ela sorri e morde os lábios, olhando de um lado para outro, como se procurasse por alguém em meio as pessoas na praça de alimentação. Eu continuo com meus olhos fixos nela, mesmo que poucas vezes os castanhos encontram os verdes.
Ela diz que está feliz por ter se mudado, que está feliz por conseguir um novo emprego e ter conhecido pessoas novas.
Sorri enquanto desvia, novamente, os olhos, e os concentra em seu suco em cima da mesa.
Ela mente.
Eu sei pois somente um mentiroso reconhece outro.
Eu a conheço.
A minha vontade é rir. Rir das suas mentiras, gritar para o mundo ouvir o quão mentirosa ela se tornou, mas continuo em silêncio, a ouvindo falar sobre as novidades não tão novas. Ela sorri mas não existe brilho em seus olhos claros.

Ela faz perguntas sobre como está a saúde do meu cachorro... do nosso cachorro. Pergunta como está minha família e se minha sobrinha já nasceu. Ela me pergunta como estou.
“Estou feliz, assim como você.” É minha resposta, num murmúrio rude e baixo.
Ela abaixa a cabeça e suspira, dizendo que isso foi desnecessário.
Nossos olhos se encontram e minha vontade agora é chorar. Chorar por essa droga de momento. Chorar por não ver o sorriso sincero. Chorar por fingir que a minha vida vai bem sem ela. Chorar porque nada vai bem sem ela. Chorar porque ambos temos o conhecimento disso.
“Você está feliz? Realmente?” pergunto, com a voz trêmula, mesmo já sabendo a resposta. O sorriso dela agora é triste.
“Desculpe... mas já se tornou um hábito.”
“Sorrir?”
Ela nega com a cabeça, fazendo uma mecha de seu cabelo cair em seus olhos.
“Não... Mentir.”
Concordo. Ela me olha e sorri.
E sei que ela sabe que quando acreditamos na nossa mentira, cedo ou tarde, ela se torna verdade.
Então a deixo continuar, nessa ilusão de que tudo irá melhorar.

--
Não há a necessidade de confrontar alguém quando você sabe que ela está mentindo.
Talvez essa seja a verdade em que ela, e apenas ela, acredite.

Meus textos parecem que foram pegos de algum diálogo de algum livro que algum dia escreverei. Who knows
Aí são duas pessoas separadas, que não querem estar separadas, mas, que por algum motivo desconhecido, estão separadas (deu pra entender, certo? certo).
Senti falta desse projeto, tenho vários textos já escritos, e quem sabe eles serão postados por aqui.
Para ler outros temas, clique aqui :)

E me sigam por aí
Até mais!

veja também:

0 comentários

Hey, seja muito bem-vindo(a)! Fique à vontade para comentar e obrigada pela visita.
Abraços!!
@quaseoutono