A Geografia de Nós Dois, Jennifer E. Smith. 📖 Clube do Livro - Julho

by - 16:20

Hey pessoas que ainda passam por aqui! Tem um tempinho que li A Geografia de Nós Dois, um livro que gostei e não gostei, mas antes de saber meus motivos, bora as informações:

A Geografia de Nós Dois (The Geography of You and Me, 2014) - Jennifer E. Smith
Páginas: 272 Ano: 2016
Publicado pela Galera Record
Adicione o livro na sua estante Skoob
“Lucy mora no vigésimo quarto andar. Owen, no subsolo... E é a meio caminho que ambos se encontram - presos em um elevador, entre dois pisos de um prédio de luxo em Nova York. A cidade está às escuras graças a um blecaute. E entre sorvetes derretidos, caos no trânsito, estrelas e confissões, eles descobrem muitas coisas em comum. Mas logo a geografia os separa. E somos convidados a refletir... Onde mora o amor? E pode esse sentimento resistir à distância? Em A Geografia de Nós Dois, Jennifer E. Smith cria tramas cheias de experiências, filosofia e verdade.”

Aaaah essas sinopses que iludem...
Lucy é uma jovem otimista, nascida e criada na famosa Nova York. Já Owen é um garoto da Pensilvânia, que junto com seu pai passa a morar no mesmo prédio em que Lucy vive desde que se entende por gente.
A história dos dois começa quando a energia da cidade acaba - sim, Nova York sem luzes, pense no caos! - e ambos acabam ficando presos no elevador. Não demora muito para conversarem e se conhecerem, e também não demora para cada um ir para um lado. Lucy e sua família indo morar na Escócia, e Owen em Tahoe.
Na tentativa de continuarem mantendo contato, eles começam a trocar emails e cartões postais. Com o tempo e a grande distância vem o desgaste e pessoas novas, e ambos começam a namorar pessoas diferentes.

“Se traçassem um mapa dos dois, de onde tinham começado e de onde terminariam, as linhas seguiriam para longe uma da outra como ímãs de polos opostos. E já tinha ocorrido a Owen que havia algo profundamente errado com aquilo, que deveriam existir círculos ou ângulos ou voltas, qualquer tipo de traço que possibilitasse às duas linhas voltarem a se encontrar. Em vez disso, iam em direções opostas. O mapa era o mesmo que uma porta prestes a se fechar. E a geografia da situação - a geografia dos dois - estava completa e irremediavelmente errada.”
página 111

Nos 51 capítulos, durante nove meses, suas vidas são mostradas, alternando entre Lucy e Owen. Algo que me agradou foi a história em terceira pessoa, mas por um outro lado o que me incomodou foi a sensação de muita folha para pouca história, sabe? Não foi satisfatória mas também não foi uma decepção.
Pela sinopse parecia que estava em frente de uma grande história, ao contrário, encontrei personagens não tão cativantes e um pouco infantis.
Mas Agatha, isso é um YA. Digo e repito que isso não é motivo para histórias fracas que acabam por enrolar e enrolar o leitor.
A Geografia de Nós Dois é uma história que eu teria preferido assistir, mas ok, cumpre com seu propósito, não surpreende, não decepciona, tem frases bonitas (que serão motivos de um post só pra elas mais pra frente) e acaba com um final já esperado.
“Não existe começo que seja totalmente novo. Toda novidade chega no encalço de algo velho, e todo início vem à custa de um fim.”
página 215

Frases bonitas, num disse?
É uma história fofa, despretensiosa, tem aquele clichê básico bem adolescente que me fez revirar os olhos algumas vezes e desejar ter lido a história da vida dos pais de Lucy ao invés de seu romance com Owen, e por isso avaliei com 3/5, e está lá na minha estante no Skoob.

Sobre a autora: Jennifer E. Smith é autora dos livros A Probabilidade Estatística do Amor À Primeira Vista, The Storm Makers, You Are Here, The Comeback Season, This is What Happy Looks Like e seu mais recente sucesso, The Geography of You and Me. Ela completou seu mestrado em Escrita Criativa pela University of St. Andrews na Escócia e atualmente trabalha como editora na cidade de Nova York. Seu trabalho já foi traduzido em 27 línguas.

Se estás afim de algo bem leve e teen, A Geografia de Nós Dois é uma boa pedida.

Esse post faz parte do Clube do Livro, e escolhido de julho: Um livro que te lembre férias.
Siga os participantes:

Obrigada por ler e até logo! 📖
Agora, deixa eu voltar pra bagunça que está minha cama, estou escolhendo os livros da maratona literária de inverno e ouvindo as batidas do Flop aqui na porta.

veja também:

0 comentários

Hey, seja muito bem-vindo(a)! Fique à vontade para comentar e obrigada pela visita.
Abraços!!
@quaseoutono