O que achei de: O Último Desejo, de Andrzej Sapkowski #livro1

por - 15.11.17


❝Um mal é um mal, Stregobor - retrucou seriamente o bruxo, pondo-se de pé. - Menor, maior, médio, tanto faz... As proporções são convencionadas e as fronteiras, imprecisas. Não sou um santo eremita e não pratiquei apenas o bem ao longo de minha vida. Mas, se me couber escolher entre dois males, prefiro abster-me por completo da escolha.❞
página 108
Andrzej Sapkowski
Editora: WMF Martins Fontes
2015 - 4ª tiragem
Páginas: 320
Sinopse ❝Geralt de Rívia é um personagem estranho, um mutante que, graças à magia e a um longo treino, mas também a um misterioso elixir, se tornou um assassino perfeito. Os seus cabelos brancos, os seus olhos que vêem melhor de noite que de dia, o seu manto negro, assustam e fascinam. E Geralt dedica-se a viajar por terras pitorescas, ganhando a vida como caçador de monstros. Pois nos tempos obscuros que lhe couberam em sorte abundam ogres e vampiros, e os magos são especialistas da manipulação. Contra todas essas ameaças, um assassino hábil é um recurso indispensável. Ora Geralt, que é ao mesmo tempo um guerreiro e um mago, tem capacidades que o fazem impor-se a todo esse estranho mundo. É um feiticeiro. E é absolutamente único. No decurso das suas aventuras, encontrará uma sacerdotisa autoritária mas generosa, um trovador lascivo mas de bom coração, e uma feiticeira caprichosa, de encantos venenosos. Amigos por um dia, amantes de uma noite. Talvez porém que no final da sua epopeia ele possa realizar o seu último desejo: reencontrar a sua humanidade perdida…❞

Tenho que admitir que comprei esse livro depois que assisti um trailer do jogo The Witcher e soube que era baseado em uma série de histórias. Sério, eu não fazia ideia da grandiosidade e riqueza que o autor criou.
O Último Desejo é o primeiro de uma série sobre um bruxo treinado desde criança para caçar e eliminar monstros, fazendo disso seu único objetivo.
De um modo fascinante, o livro nos mostra um mundo novo e diferente, com seres da mitologia eslava, com elfos, magos, feiticeiros e pessoas enfeitiçadas. Tem um tempo que li essa história, então serei breve, e na verdade me toquei que era preciso O Último Desejo aparecer por aqui porque estou lendo o segundo da série, e a história só melhora, Sapkowski nos leva a um universo onde é impossível sair decepcionado.

A história, dividida em contos, nos apresenta, em meio a flashbacks e a voz da razão, acontecimentos vividos pelo personagem principal (e o meu favorito dentre todos os outros que já conheci em livros por aí) Geralt, de Rívia, e os personagens secundários, mas não menos cativantes, lembrando que não segue uma ordem cronológica.
O Último Desejo, que teve sua primeira publicação em 1993, chegou ao Brasil em 2011 pela editora WMF Martins Fontes e em minhas mãos em 2015/16 -não lembro, risos de nervoso- em sua quarta tiragem. É um livro de contos que antecedem a série Wiedźmin (The Witcher), assim como o segundo, A Espada do Destino. E por aqui, no Brasil, a tradução ficou por conta de Tomasz Barcinski, que traduziu direto do polonês, sem a ponte inglês - português, evitando perder a essência da história.
Eu sou chata demaaais para livros, tudo tem que estar cem por cento certo, coerente, e 10/10, e encontrar um livro de fantasia que te joga para dentro da história e te faz sentir próximo aos personagens, lugares, foi algo para lá de bom! Cara, é por isso que leio, para me surpreender com o que um autor é capaz de fazer.
E se vocês curtem fantasia com seres que não existem no mundo real, se joga nessa série. Zero decepção. O livro é bom (e não é porque gostei hein).
Lá na minha conta no Skoob avaliei essa maravilha com apenas 5/5. Se quiser comprar, garanta pela Amazon e ajude essa pessoa (eu) a trazer mais livros para cá, só clicar aqui ou na foto da capa 😍😊
 compre O Último Desejo na Amazon :)

E para quem quer conhecer o jogo tem esse vídeo, do Zangado:

Comentem se já leram ou não, e o que acharam :3
beijos e beijos e até mais!🍁

posts relacionados

0 comentários

Hey, seja muito bem-vindo(a)! Fique à vontade para comentar e obrigada pela visita.
Abraços!!
@quaseoutono